Nenhuma música disponível no momento

<< Agosto 2019 >>
D S T Q Q S S
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Alberto Heller - piano*


25/08/2012 - Alberto Heller - piano*

Sábado, 25 de Agosto de 2012 - às 20:30 hs


CICLO COMPLETO DAS SONATAS PARA PIANO DE

WOLFANG AMADEUS MOZART  (1756-1791)

 


PROGRAMA SEGUNDO RECITAL

Sonata n. 6 em Ré Maior ("Dürnitz") KV 284 (München, 1775)
Allegro
Randeau en Polonaise: Andante
Andante (tema com 12 variações)

Sonata n. 7 em Dó Maior KV 309 (Mannheim, 1777)
Allegro con spirito
Andante un poco adagio
Rondeau: Allegretto grazioso

Sonata n. 8 em Ré Maior KV 311 (Mannheim, 1777)
Allegro con spirito
Andante con espressione
Rondeau: Allegro

Sonata n. 9 em Lá Menor KV 310 (Paris, 1778)
Allegro maestoso
Andante cantabile con espressione
Presto


*Piano Steinweg 1906 restaurado por Leonidas Oliveira.


Mozart e as 18 Sonatas para piano

Mozart era um pianista consumado, um dos maiores virtuosos de todos os tempos. Escreveu para Pianoforte (em realidade Fortpiano; piano = doce, leve e forte = alto, sonoro. Idealizado em 1709 por Bartolomeo Cristofori), o fortepiano é um instrumento de menor potência e sustentação sonora do que o atual piano.

Mozart compôs ao todo dezoito sonatas para piano solo, obras que figuram entre as mais belas e importantes da Música Clássica. Nessas sonatas está contido todo o riquíssimo universo sonoro que caracteriza sua música: as requintadas melodias, as harmonias simples mas genialmente exploradas, o colorido ora camerístico ora orquestral, a aparente simplicidade (que oculta uma enorme profundidade), as tramas operísticas, os jogos psicológicos, os dramas e conflitos sutilmente mesclados – conjunto que encontra na forma-sonata o modelo dramático por excelência. Muitas de suas sonatas permanecem injustamente negligenciadas pelo público moderno, que conhece umas poucas apenas, tendo sido aparentemente ofuscadas pela produção de Beethoven e de outros compositores. Eis aqui a chance de conhecê-las na íntegra. Serão quatro recitais, nos quais será respeitada a ordem cronológica das composições, de forma que o público poderá não apenas vir a conhecer o conjunto da obra como ainda perceber as diferentes tendências na evolução estilística de Mozart.

Cada recital tem a duração aproximada de 80 (oitenta) minutos. O primeiro recital foi apresentado neste Auditório dia 11 de março deste ano. Os próximos dois serão executados neste mesmo ano.

 
ALBERTO ANDRÉS HELLER

Radicado desde 2000 em Florianópolis, o compositor e pianista Alberto Andrés Heller é graduado e pós-graduado em Música pela Escola Superior de Música ‘Franz Liszt’ em Weimar, na Alemanha. É mestre em Educação, doutor em Literatura (ambos pela UFSC) e membro da Academia Catarinense de Letras e Artes. É integrante do Arte Piano Trio e desenvolve trabalhos pedagógicos e de pesquisa na Escola de Música Camerata Florianópolis, no Instituto Müller-Granzotto e no Baobah (Estúdios de Autocriação). Tem nove CDs gravados e é autor dos livros Fenomenologia da Expressão Musical e John Cage e a poética do silêncio. Entre seus últimos trabalhos destacam-se a Sinfonia Terra, o Concerto Aurora consurgens (para três solistas e orquestra sinfônica) e a trilha sonora original para o filme Amores Raros da cineasta Tânia Lamarca. Em 2012 estará gravando o ciclo completo das Sonatas para piano de Mozart em CD (5 CDs).

Ingressos: R$30,00 (inteira) / R$15,00 (estudantes, maiores de 60 anos e professores). Sócios do Auditório Jurerê Classic terão lugares reservados em todos os concertos da Temporada 2012. Entrada permitida para maiores de 14 anos ou estudantes de música de qualquer idade. 


I
ngressos a venda no site


 


 

 


Voltar
Rua dos Lambari-Guaçu, 437 - Jurerê Internacional - FLORIANÓPOLIS - SC (BR)
Fones: +55 (48) 3282 2203 / 99918 5958